fbpx
Inovação

05 de maio de 2021

O que é Design Thinking e como ele se aplica em sala de aula?

design thinking post mind makers

Quando se trata de design thinking, várias dúvidas surgem em nossas mentes. Essa é uma metodologia de trabalho? Ela só se aplica em uma empresa? Como trazer para sala de aula?

Essas e mais algumas outras dúvidas serão respondidas neste post. Então, vamos lá?

Afinal, o que é Design Thinking?

Design Thinking é uma abordagem de pensamento criativo. Com essa ferramenta, é possível gerar e organizar ideias, assim como soluções para os problemas.

E o design thinking, com a organização de ideias, vai estimular as tomadas de decisão e a busca por conhecimento. (aquele movimento de todo processo criativo). 

A ideia não é trazer uma fórmula específica. É criar as condições necessárias para maximizar a geração de insights e a aplicação prática deles. Todo o processo deve ser realizado de forma coletiva e colaborativa, de modo a reunir o máximo de perspectivas diferentes.

O Design Thinking é dividido em etapas. Olha só quais são:

As etapas do Design Thinking:

Imersão

A primeira etapa sugere um mergulho em tudo o que envolve e afeta o projeto criativo. Aqui, é válido mapear as ameaças, oportunidades, fraquezas e pontos fortes, recolher feedback e observar o desempenho da equipe. 

É um ponto de partida do processo e funciona como um entendimento do todo.

Ideação

design thinking post mind makers

Uma vez concluído o processo de imersão, a equipe já terá identificado os pontos que precisam ser melhorados e aqueles que podem continuar como estão. Então, é hora da próxima fase, que é chamada de ideação

É hora de produzir ideias relevantes para realizar as melhorias necessárias.

Um termo bem usado nesse processo é o brainstorming ou traduzido pela equipe Mind Makers de Empreendedorismo Criativo como Toró de ideias, um processo de levantamento de ideias sem julgamentos prévios. É falar e entender tudo que pode ser colocado no projeto.

Prototipação

Depois de reunir uma grande quantidade de ideias relevantes, é hora de filtrar e escolher as que o grupo considera as de maior chance de sucesso. 

Para reduzir o risco de falhas, é recomendado criar alguns protótipos ou esquemas do que foi idealizado antes de realmente investir em sua execução.

Se está desenvolvendo um novo produto, por exemplo, essa é a hora de investir em uma versão beta, ou seja, um teste, não definitivo. Então, a partir dos testes realizados, você pode decidir se a ideia está pronta para ser finalizada ou se alguns ajustes ainda precisam ser feitos.

Desenvolvimento

Agora sim chegamos ao desenvolvimento. Aqui é a hora de tirar tudo do papel e colocar para o projeto funcionar de verdade. 

A mão na massa acontece aqui e a divulgação também.

Bom, já entendemos o que é e como cada etapa do processo ocorre. Agora, precisamos entender a importância dessa aplicação na educação.

Qual a importância da aplicação do Design Thinking em sala de aula?

O Design Thinking tem muito a contribuir com o processo educacional. Os alunos desenvolvem o ouvir, o criar, o envolver e o trabalhar com foco em resoluções de problemas. 

A metodologia possibilita o pensamento visual (visar o projeto, realizar um brainstorm e prototipar) e o desenvolvimento da empatia, colaborando com as aulas desde o planejamento até a avaliação. 

Além de poder ser interdisciplinar e envolver todas as matérias em um projeto só. Já pensou em poder inserir matemática, gramática, biologia, física e filosofia em um só projeto? Isso é realmente uma tendência, né?! A interdisciplinaridade é um passo para o desenvolvimento de um aluno do futuro, pronto para as movimentações ainda não previstas e um mercado imensamente competitivo.

Além disso, o processo, por ser totalmente colaborativo, instiga os alunos e traz uma maior participação e vontade de aprender e vencer os desafios durante os projetos.

Quer conhecer disciplinas que aplicam metodologias inovadoras como o Design Thinking? Entre em contato com a nossa equipe!

Copyright © 2021 Mind Makers. All rights reserved.