fbpx
Inovação

07 de julho de 2020

Inovações tecnológicas na educação: Conheça as principais

inovações-tecnologicas-na-educação

Estamos passando por um período de grandes mudanças. Há quem chame de era da tecnologia, era da informação ou era digital. Seja qual for a nomenclatura escolhida, a evolução é incontestável. A nova realidade inesperada e proporcionada pela pandemia nos deixou ainda mais conectados aos meios digitais, tornando o online como a única forma de atuação de diversos serviços. (Saiba como educadores têm lidado com essas mudanças da educação na quarentena.)

Consequentemente, os adultos do futuro precisam estar preparados para o que o novo universo os reserva, precisam se atentar para inovações e estar prontos para mudanças repentinas e, por isso, apostar em inovações tecnológicas na educação é fundamental.

Pensando em construir profissionais qualificados e, também, pessoas que saibam lidar com sabedoria com tanto conhecimento, a Mind Makers acredita que o futuro da educação precisa levar em consideração, entre outras coisas, as novidades que nos esperam. Para saber mais sobre elas, confira o artigo!

.

Inovações tecnológicas na educação e a indústria 4.0

.

A Indústria 4.0 é um termo usado para contextualizar o cenário atual, em que a tecnologia é tida quase como uma obrigação para qualquer negócio. Fruto desse termo, surgiu também, dentro do sistema de ensino, a Educação 4.0.

Assim, o novo modelo de educação deve levar em consideração tudo o que envolve essa nova indústria, como:

.

  • A conectividade dos sistemas e a facilidade de acesso ao conhecimento.
  • A inteligência artificial, a automação e os sistemas robotizados.
  • As novas mídias e Big Data (análise e interpretação de grandes volumes de dados).
  • A velocidade da inovação.
  • O desenvolvimento constante de novas habilidades e conhecimentos.

Conforme dados apresentados no The Global Summit 2017, o futuro da Educação, também chamado de Educação 4.0, baseia-se no conceito de aprender fazendo. Esse conceito gira em torno da ideia de que todos vão aprender diferentes coisas, de maneiras diferentes, por meio de experiências, projetos, testes e práticas.

.

Pilares da educação 4.0

A educação 4.0 é constituída por quatro pilares:


✔️O primeiro, defende que as instituições devem fazer uma avaliação do cenário atual, onde pretendem chegar e qual estratégia será usada na elaboração de um plano de inovação efetivo

✔️O segundo pilar refere-se a uma mudança do senso comum em busca por uma educação científica tecnológica.

✔️O terceiro trata da Engenharia e Gestão do Conhecimento e propõe o uso das competências e habilidades dos alunos. 

✔️O quarto, a cibercultura, está relacionado com a preparação dos espaços de aprendizado, para que sejam favoráveis ao desenvolvimento dos outros pilares. 

Assim, a educação 4.0 é um modelo de educação continuada, na qual os interesses do estudante são levados em consideração e atuam como diretrizes para o aprendizado. Contudo, o aluno também passa a viver experiências por meio de projetos colaborativos, aprendendendo com os colegas e se desenvolvendo por meio da estrutura da escola.

.

A educação 4.0 na Mind Makers 

Como mencionamos, o ponto de partida para a educação 4.0 é a criação de ambientes inovadores propícios que aproximem o aluno das novas realidades. É preciso incentivar uma nova cultura voltada para inovação, invenção, resolução de problemas e programação.

Inovações-tecnológicas-na-educação

Na Mind Makers, implementamos o uso de recursos pedagógicos com tecnologia de ponta para criar um ambiente completamente integrado com um simulacro do futuro. Logo, os alunos da nossa disciplina Pensamento Computacional aprendem a lidar com sistemas como IoT (Internet of Things), controle de voz e possibilidades de programar todo o ambiente, de maneira colaborativa e dinâmica.

Ficou interessado no conteúdo? Clique aqui para saber mais ou assista esta animação sobre o Pensamento Computacional e as inovações tecnológicas envolvidas na disciplina.

.

Benefícios das inovações tecnológicas na educação 

.

Uso da tecnologia a favor da escola

A tecnologia é uma grande aliada do processo de aprendizagem. Por meio dela, é possível utilizar ferramentas de ponta para potencializar os resultados. Além disso, sistemas como portais online, por exemplo, são ótimos para promover o acompanhamento de todas as etapas escolares. 

Todos nós vivenciando na pele esta importância, vivendo o ensino emergencial à distância. A tecnologia e os aplicativos de bate-papo e de realizações de aula como “hangouts” ou “google classroom” tornaram-se mais que essenciais. A nossa forma de comunicar foi transformada e o futuro ainda nos prepara mais inovações e outras realidades inimagináveis.

.

Melhora dos resultados de aprendizagem

Os alunos ficam muito mais engajados devido à dinâmica das novas tecnologias e, a longo prazo, os resultados são infinitamente melhores do que uma educação convencional. Além disso, as aulas ficam mais leves e de acordo com o mundo que eles encontrarão fora da escola.

.

Comunidade escolar conectada

O uso de tecnologias beneficia tanto a área pedagógica das escolas quanto o ambiente físico delas. A partir da presença digital, a instituição consegue estar em sincronia com o aluno e promover atividades que ele possa fazer mesmo fora da sala de aula.

.

Desenvolvimento do pensamento crítico

Com o uso da tecnologia e de um ambiente colaborativo, o aluno constrói suas informações a partir do ponto de vista de várias fontes. Dessa maneira, eles aprendem a contestar, argumentar e questionar e, consequentemente, a construir um pensamento crítico em relação às informações que estão recebendo do mundo ao seu redor. 

Há também uma melhora no processo de tomada de decisão dos alunos, tanto dentro quanto fora da sala de aula. Por receberem conhecimentos de várias fontes, eles aprendem a pensar criticamente sobre os conteúdos que estão recebendo e questioná-los, se julgarem necessário. 

.

Prepare sua escola para o futuro com a Mind Makers

A nova sociedade exige profissionais e indivíduos com características diferentes das de 10 ou 20 anos atrás. Os profissionais precisam estar prontos para criar soluções inovadoras, utilizar sua criatividade a favor do mercado e se posicionar com segurança nas instituições. 

Além disso, a educação 4.0 forma cidadãos com mais autonomia, pois desde cedo eles já se sentem parte do processo de aprendizado. Em vez de apenas reproduzir o que é aprendido, os alunos passam a buscar o conhecimento e compreender a tecnologia como um grande aliado para seus processos. 

Por isso, investir nessa metodologia é ter um diferencial na sua instituição, além de ser uma garantia de que os alunos estarão preparados para o mercado. 

seja-parceiro-mind-makers

Copyright © 2021 Mind Makers. All rights reserved.