fbpx
Inovação

07 de abril de 2021

Steam – O que é essa nova forma de aprendizagem?

steam

A educação está em constante evolução. A cada ano nos deparamos com uma nova forma de ensino, nova tecnologia ou novo ambiente para aplicação de metodologias. O educador precisa estar preparado para a mudança e entender que o movimento é o primeiro passo para a evolução. O ensino tradicional já está ultrapassado e precisamos seguir novas tendências para construir uma sala de aula voltada para o aluno do futuro.

E é sobre isso que vamos falar no artigo de hoje. Vamos tratar do STEAM, uma proposta inovadora para a educação. Uma nova metodologia vem sendo aplicada por diversos educadores.

E o que quer dizer Steam?

Steam é uma plataforma virtual de jogos? Não!

O Steam é um modelo educacional que  prevê a integração de conhecimentos multidisciplinares. Em uma tradução livre: Artes, Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática. A ideia da metodologia é possibilitar que o aluno se prepare para desafios como cidadão e também esteja habilitado para os desafios do mercado de trabalho.

A metodologia surgiu nos Estados Unidos na década de 1990, graças a um certo desinteresse dos alunos pelas ciências exatas. 

A forma de ensino integra as áreas do conhecimento e permite ao aluno usá-las para resolução de problemas diários, aplicados em projetos interdisciplinares. Essa interdisciplinaridade impulsiona o aluno e otimiza a aprendizagem, através do trabalho em equipe e da união para solução de desafios.

Decifrando o Steam

As atividades guiadas na metodologia STEAM permitem que os alunos resolvam problemas, através do trabalho colaborativo e como protagonistas de seu aprendizado.

Esta abordagem prevê o despertar da criatividade, inventividade, empatia, humanismo e do desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias à vida contemporânea, como o pensamento computacional e o espírito DIY ou  “faça você mesmo” da cultura maker (que inclusive são empregados nas disciplinas Mind Makers).

Etapas do Steam

O Steam pode ser dividido em 5 etapas:

E o desenvolvimento de um projeto aplicado nestas etapas fará com que os alunos vivenciem e experimentem o pensamento científico e crítico de maneira interpretativa e reflexiva.  Por meio da ludicidade e das provocações interdisciplinares aplicadas desde a Educação infantil até o Ensino Médio, o aluno se vê pronto para os desafios de um futuro real e imprevisível.

As habilidades desenvolvidas são:

E como introduzir o Steam em sala de aula?

A chave para o sucesso na introdução de novas metodologias para uma Educação inovadora é desenvolver um ambiente que permita a participação ativa, fazendo com que todos conheçam e contribuam. O processo precisa dar a sensação de pertencimento e autonomia no seu próprio processo de aprendizagem. 

Já falamos de uma aplicação bem interessante da metodologia e que inclusive é desenvolvida pela Somos nas soluções Complementares: O Pensamento Computacional.

No programa, os alunos aplicam tecnologias digitais como programação, robótica, eletrônica digital, internet das coisas, inteligência artificial e práticas Maker para solucionar problemas interdisciplinares.

As aulas são baseadas em projetos, alinhadas com a BNCC e usam técnicas de gamificação para desenvolver competências indispensáveis aos profissionais do presente e do futuro.

Esta é uma forma prática e completa de introduzir a metodologia steam na prática e na vivência de sala de aula. 

implantar-disciplina-pc-inovações-tecnologicas-na-educação

Copyright © 2021 Mind Makers. All rights reserved.